O 10 de Junho e a consciência nacional

* Notas Breves — Myriam de Carvalho @ 7:41 am

Catarina Martins

Foto: Nuno André Ferreira/ Lusa

“Virá o dia em que os discursos oficiais serão capazes de reconhecer a enorme violência da expansão portuguesa, a nossa história esclavagista, a responsabilidade no tráfico transatlântico de escravos. Até podia ser num 10 de Junho. Mas ainda não foi hoje.

Dia de Portugal. 10/07/2018, 20:48”

Tweet de Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, recolhido no FB.

@ catarina_mart

*

O 10 de Junho e a consciência nacional oficial

 

Finalmente.
Alguém no mundo da Política ergue a voz sobre este tema.
.
Na verdade, ninguém é responsável pelo Passado.
Mas mais três coisas são igualmente verdade:
Uma –
Obliterar esse Passado não esclarece as suas reminiscências no Presente, tais como comportamentos de supremacia – racismo e discriminação – que perduram.
Outra –
Permanecermos no mito da nossa imaculidade, do nosso bondoso coração, dos nossos brandos costumes, é um fechar de olhos que só tem como corolário um mar de conformismo e hipocrisia no “pensamento oficial”.
Finalmente –
A História é para ser encarada de frente. É um frente-a-frente que só pode fortalecer-nos enquanto colectivo. A Inglaterra tem feito isso, e de que maneira. Veja-se apenas como exemplo o Museu de Liverpool. Ou o Museu de Nantes, em França.

Por outro lado, há ainda que desmitificar a comparticipação da Igreja católica na expansão europeia da chamada fé cristã. Tantos séculos de Cristianismo, tanto empenho na expansão da única fé! E tanto negócio e tanto orgulho imperial, com todo o corolário de comportamentos supremacistas à sombra disso…

A transformação da má consciência em mitos, leva-nos à conservação de comportamentos opostos àquilo que temos apregoado ao longo dos séculos.

Na verdade, não passamos de um país de mitos – vivemos deleitosamente encerrados na sua redoma e, enquanto Povo, não fazemos um esforço por sair deles.
Por isso temos andado à mercê da Europa, com a cabeça debaixo da areia.

© Myriam Jubilot de Carvalho

Publicado por

© Myriam Jubilot de Carvalho

Dia 14 de Jungo de 2018, pelas 8h 40m

.

.

 

0 Comments »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0 Unported License.
(c) 2019 Por Ondas do Mar de Vigo | powered by WordPress with Barecity