Costa

* Poesia — Myriam de Carvalho @ 3:58 pm

Esta cidade sem a Costa, seria um ponto

morto num mapa bafiento e roto.

A Costa é esta arca de tesouro –

que partilho com toda a gente nas horas generosas

do sol.

Passeio-me pela praia, nos meus passeios de inverno,

as gotículas de mar trazidas pelo vento

áspero da areia levantada. Embaciam-me os óculos,

refrescam-me as ideias, renasce-me a fonte do amor.

No verão, quando os filhos

vêm passar aqueles escassos dias comigo,

renasce-me a fonte da paz interior.

A Costa é o abrigo dos meus olhos onde

consciente me perco no imenso mar de azul e de luz.

Restitui-me as raízes que trago do Sul.

E eu agradeço-lhe, com tão pobres versos

.

Unknown

 

© Myriam Jubilot de Carvalho – Inédito

Janº-2008

.

FOTOS retiradas do Google Images, com a devida vénia.

.

Publicado por

© Myriam Jubilot de Carvalho

Dia 12 de Agosto de 2009

**********************************************

3 Comments »

  1. Ola, a Myriam consegue transcrever alegrias e tristezas de um modo muito simples e compreensível para quem aborda, mesmo pela primeira vez, a sua poesia, que irradia uma imensidão de amor para dar. Parabéns. Continue a publicar que certamente vai dar prazer a muita gente. Suzete

    Comment by Suzete Braga — August 15, 2009 @ 5:07 pm
  2. Fechada nesta cidade, que tanto amo, mas que tanto nos desgasta – aqui, encerrada num 4º. andar, sem varanda – desfrutei de um pouco de liberdade e purifiquei os pulmões com a brisa marinha que emanava do teu poema.
    Contrariamente à tua afirmação, achei-o rico, dele ressaltam emoções, cheiros, sentimentos, e
    a Costa se estiver atenta agradecer-te-á a sua evocação.

    Comment by Armanda Ferreira — August 17, 2009 @ 9:06 pm
  3. O meu Comentário aplica-se a todo o blogue, claro – de ti já era de esperar algo de sublime!

    Comment by Edite — October 2, 2009 @ 1:20 am

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0 Unported License.
(c) 2019 Por Ondas do Mar de Vigo | powered by WordPress with Barecity